Decorrem de 11 a 15 de Janeiro de 2016, em todo o país, os exames de Admissão à Universidade Eduardo Mondlane, Unizambeze e Unilúrio. Para os diferentes cursos destas três universidades prestarão provas de admissão pouco mais de 28000 candidatos (28345), dos quais cerca de 21000, ou seja cerca de 75% do total de candidatos, concorrem para as 4910 vagas que a UEM oferece em 2016, contra as cerca de 24700 candidatos que concorriam para as 4425 vagas da UEM em 2015.

Cerca de 75 % destes candidatos são da Província e Cidade de Maputo (contra 78% do total de candidatos do ano de 2015), seguidos das províncias de Gaza e Inhambane, que contam, cada uma, com cerca de 5% do total de candidatos à UEM. As províncias de Niassa e Tete são as que registaram o menor número de candidatos, cada uma delas com aproximadamente 1% do total de candidatos à UEM, cenário diferente de 2015, em que se registou um ligeiro aumento nos candidatos da província de Tete. O número de candidatos por género é repartido quase de forma equitativa sendo de 49% para o género feminino e 51% para o género masculino.